PDT RS

Diretório Estadual do Rio Grande do Sul

Próximos eventos

Nenhum evento encontrado

  
 
O período do Grande Expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (10) homenageou o Centenário do Lions Club, por proposição do deputado Ciro Simoni (PDT). Da tribuna do Plenário 20 de Setembro, o parlamentar historiou a trajetória e alguns dos principais acontecimentos que marcaram a instituição.
 
Em 1917, iniciou o deputado, Melvin Jones, um empresário de Chicago de 38 anos, disse a integrantes da associação local de empresários que era necessário ir além das questões empresariais e trabalhar pela melhoria das comunidades em que eles viviam e do mundo. “De imediato, recebeu a adesão de vários grupos com o mesmo propósito: trabalhar pelo bem comum em todas as instâncias da existência humana. Em três anos, o Lions tornou-se uma organização internacional”, citou.
 
Desde então, prosseguiu relatando, tornou-se referência pela integridade e transparência de sua obra. “Trata-se de uma organização bem administrada, com uma visão sólida, missão bem definida e longa história de boas realizações humanitárias. Em seu centenário, o Lions Clubs International é a maior organização de clubes de serviço do mundo, com 1 milhão e 350 mil associados em mais de 46 mil clubes e inúmeras histórias de Leões agindo pelo mesmo ideal, o de melhorar as comunidades por meio do trabalho voluntário, visão social e atitude solidária”, sublinhou Ciro Simoni.
 
A partir desta “singela homenagem, destacamos a importância de contar, em nível regional e nacional, com uma agremiação despojada de qualquer interesse que não seja ajudar o próximo, sem visar recompensa de qualquer natureza”, ressaltou o pedetista.
 
Reconhecimento
Na sequência, registrou que a Assembleia promulgou, em 2001, a Lei nº 11.610, reconhecendo de Utilidade Pública os “Clubes de Serviço” onde se inclui o Lions Club International, iniciativa de autoria da então deputada Maria do Carmo. Já a Lei nº 12.169, de 2004, de autoria do próprio Simoni, consagra o dia 3 de janeiro como Dia do Leonismo Gaúcho. A data marca a fundação do Lions Clube Porto Alegre, ocorrida em 1955. Em nível nacional, a edição da Lei nº 5.575, de 1969, reconheceu os Lions Clubes como Entidades de Utilidade Pública.
 
Ao citar os princípios basilares da organização, o deputado do PDT frisou que o Lions Clubs International amplia sua missão de serviço a cada dia, nas comunidades locais e em todos os cantos do mundo. As necessidades são imensas e os serviços variados, abrangendo desde o tratamento da deficiência visual, saúde em geral, juventude, idosos, meio ambiente e auxílio humanitário para vítimas de catástrofes. A rede internacional do Lions cresce a cada dia, presente em mais de 200 países e regiões geográficas.
 
“Todos os membros do Lions estão empenhados em melhorar a vida dos mais necessitados, atuando de forma integrada e unida pelo objetivo buscado”, pontuou Ciro, fazendo referência ao lema do Centenário do Lions: “Onde há uma necessidade, há a união".
 
Durante esses 100 anos, agregou o parlamentar, “foram criados milhares de programas, ajudas, campanhas, formas de auxiliar pessoas de vários países em várias situações diferentes, que necessitavam, e necessitam, de amor e solidariedade de alguém. Pode-se imaginar que, a cada minuto, em algum lugar do mundo, existe algum integrante do Lions, atuando em benefício de algo positivo, que mudará a situação de alguém que realmente necessita de um cuidado fraternal”, exaltou.
 
Fraternidade e solidariedade
Baseado nestas premissas, observou, “Melvin criou este movimento, sob o lema da fraternidade e do trabalho solidário, difundindo-se como marca registrada deste grande precursor do bem ao próximo”. Desta forma, diante de tudo o que foi referido, e muito mais que poderia ser apresentado, “podemos ver que foram 100 anos de muitas vitórias de um movimento com ideal sólido e foco no bem-estar da humanidade. Este é o ano do centenário do Lions Club, e congratulamo-nos com seus milhares de membros, com sentimentos de gratidão e renovação de esperanças. Foram cem anos de grandes desafios e grandes êxitos. Um sem número de vidas foram ajudadas e várias e várias pessoas e comunidades foram confortadas, em meio às calamidades da vida”, lembrou.
 
Ciro Simoni destacou, ainda, que o Lions Clubs International foi uma das primeiras organizações não-governamentais convidadas a auxiliar na elaboração da Carta da ONU tendo desenvolvido grande importância na mesma. “O Lions Clubs International trabalha com a Organização das Nações Unidas desde a sua fundação, em 1945, para levar ajuda aos necessitados de todo o mundo, fato que se comprova ao ser a única instituição a possuir todo ano um dia exclusivo, na ONU, que atende aos leões de todo o mundo”, disse.
 
Por fim, recordou que, em 2007, o Lions Clubs International foi escolhido como a melhor ONG do mundo pela ONU. Já em 2016, o Lions Clubs International recebeu indicação para receber o prêmio Nobel da Paz 2017, comemorou Ciro Simoni.
 
Igualmente por sugestão do deputado Ciro Simoni, a Assembleia Legislativa entregou a Medalha da 54ª Legislatura a dirigentes do Lions Club.
 
Em apartes, manifestaram-se os deputados Sérgio Turra (PP), Zé Nunes (PT), Ronaldo Santini (PTB), Gilmar Sossella (PDT), Zilá Breitenbach (PSDB), Vilmar Zanchin (PMDB) e Juliano Roso (PCdoB).
Porto Alegre
Leia aqui as noticias de Porto Alegre

Seminário Interativo traz especialistas para falar sobre Bullying, Justiça Restaurativa e Suicídio

arrow_forward

Câmara celebra os 58 anos da Associação dos Delegados de Polícia

arrow_forward

Mobilização em Defesa do DMAE marca a Semana da Água em Porto Alegre

arrow_forward

Vereadores analisam situação das mães presidiárias

arrow_forward

Mauro Zacher cria Frente Parlamentar em defesa do sistema de abastacimento de água de Porto Alegre

arrow_forward
Diretório Metropolitano e Câmara de Vereadores