PDT RS

Diretório Estadual do Rio Grande do Sul

Todos Contra a PEC 287

Próximos eventos

Nenhum evento encontrado

Eleições 2018 Clique para acessar as informações

O Governo Michel Temer e seus aliados querem promover a volta da escravidão e com isso está apresentando a PEC 287 que atingira diretamente todos os brasileiros e brasileiras e sendo isso à Direção Estadual da Juventude Socialista do PDT/RS acompanha a decisão do Partido Nacional e manifesta contra esta PEC que atenta de forma gravosa contra a população e em especial contra todas as categorias de trabalhadores, assim vamos expor os seguintes motivos para votar contra:

 

1- A idade mínima de aposentadoria passará para 65 anos de idade, para homens e mulheres.

2- O prazo mínimo de contribuição para a Previdência Social será elevado de 15 anos para 25 anos.

3- O tempo de contribuição para aposentadoria integral, que corresponde a 100% do benefício de direito de cada trabalhador, será de 49 anos.

4- Com a nova regra, o tempo para ter direito à aposentaria integral aumentará em quase 20 anos.

5- Para se aposentar integralmente na idade mínima de 65 anos, o trabalhador terá que ter começado a trabalhar, formalmente, aos 16 anos.

6- Já aqueles que, devido às altas taxas de desemprego, ficaram longos períodos sem trabalho formal, só poderão receber a aposentadoria integral se trabalharem até os 80 anos de idade ou mais.

7- A proposta prevê um mecanismo automático de ajuste da idade mínima. Esse gatilho depende da evolução demográfica. Assim, a cada vez que os dados do IBGE mostrarem aumento de um ano na expectativa de sobrevida do brasileiro a partir dos 65 anos, a idade mínima de aposentadoria subirá um ano.

8- A regra também valerá para o trabalhador rural, que normalmente tem jornadas mais extenuantes e pesadas que o trabalhador urbano.

9 - A nova regra, ao igualar o tempo de aposentadoria para homens e mulheres, desconsidera a realidade das trabalhadoras brasileiras, que geralmente assumem as tarefas de casa logo cedo, ainda na adolescência, e acumulam duplas ou triplas jornadas de trabalho.

10 - Nas pensões por morte, o valor pago à viúva ou ao viúvo passará a ser de 50% do valor do benefício recebido pelo contribuinte que morreu, com um adicional de 10% para cada dependente do casal. As pensões também não serão mais vinculadas ao salário mínimo.


Fonte: Fonte: Sindjus-DF

 

A Direção Estadual da Juventude Socialista estará junto na defesa dos nossos direitos e não iremos permitir que essa reforma ataque de forma sorrateira todos nós e exigimos que o Partido Nacional em sua próxima convenção tire a posição oficial de votar contra e que a bancada federal na Câmara e no Senado proponham uma grande auditoria pública e depois disso todos os brasileiros e brasileiras saberão de forma verdadeira as profundezas dos problemas.

 

Atenciosamente,

 

João Henrique Cella

Presidente Estadual

Porto Alegre
Leia aqui as noticias de Porto Alegre

Seminário Interativo traz especialistas para falar sobre Bullying, Justiça Restaurativa e Suicídio

arrow_forward

Câmara celebra os 58 anos da Associação dos Delegados de Polícia

arrow_forward

Mobilização em Defesa do DMAE marca a Semana da Água em Porto Alegre

arrow_forward

Vereadores analisam situação das mães presidiárias

arrow_forward

Mauro Zacher cria Frente Parlamentar em defesa do sistema de abastacimento de água de Porto Alegre

arrow_forward
Diretório Metropolitano e Câmara de Vereadores