Jairo Jorge apresenta suas propostas para empresários da construção civil
 

jairo no sinduscon 

O candidato a governador, Jairo Jorge (PDT), participou de reunião-almoço nesta semana, na sede do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio Grande do Sul (SINDUSCON-RS).

Ele e o candidato a vice, Cláudio Bier (PV), foram recebidos pelo presidente da entidade, Aquiles Dal Molin Júnior, e diretoria.

Jairo Jorge ouviu o reconhecimento dos empresários pela gestão realizada durante os dois mandatos como prefeito de Canoas. “Vimos várias obras sendo feitas e uma região da cidade se transformando num novo centro comercial e residencial, fazendo a economia girar”, declarou Aquiles Dal Molin.

“Sua gestão em Canoas foi transformadora e a gente vê com bons olhos suas ideias para o Rio Grande”, afirmou Carlos Schettert, diretor da Nex Group.
Na sua fala, Jairo Jorge defendeu novas ideias para retomar o crescimento do estado. “Nestas eleições, a discussão será sobre quem tem soluções conservadoras contra quem tem soluções inovadoras”, disse o candidato.

Jairo Jorge reforçou a necessidade do binômio do crescimento: menos burocracia e menos impostos para mais empregos e desenvolvimento.

“Precisamos desburocratizar, revisando processos e legislação, estabelecendo o prazo máximo de 60 dias para licenças ambientais. Também é preciso simplificar e acelerar, estimulando a vinda de novos investimentos com a implantação do Escritório do Empreendedor nas regiões”, afirmou.

Quanto aos impostos, Jairo Jorge defendeu a redução da carga tributária, com a implantação da Lei do Gatilho no ICMS. “Essa lei foi criada, pela primeira vez no país, em 2009 em Canoas, na minha administração. Em cinco anos, reduzimos em 33% a alíquota do ISSQN e obtivemos aumento de 104% na arrecadação. Este mecanismo inovador dialoga com a Lei de Responsabilidade Fiscal porque, se houver redução nominal da arrecadação, o gatilho é disparado e ocorre aumento da alíquota”, explicou o candidato.

Contato para entrevistas: Carla Bisol (51) 99755.8847
Crédito da foto: Flávia Lima Moreira