Diretório Estadual do Rio Grande do Sul

 

Burmann Frente 1902

 

O consumidor gaúcho ao pagar a conta de água, tem pago também pelo ar que passa pela tubulação, o que segundo estudos técnicos pode significar um aumento considerável na contagem dos metros cúbicos e, consequentemente, maior valor na conta vindo em prejuízo do consumidor.

Na esteira de corrigir essa distorção, o deputado Gerson Burmann (PDT) apresentou o projeto de Lei 518/2019, tendo como objetivo garantir a instalação de equipamento eliminador de ar na tubulação do sistema de abastecimento de água residencial ou comercial, no sentido de que o consumidor pague apenas pela água devidamente consumida, sem acréscimos ocasionados por ar nos canos.

Os redutores de ar são dispositivos que se destinam a eliminar o ar existente em tubulações do sistema de abastecimento de água e estudos indicam que a instalação pode significar uma economia de mais de 20% nas contas de água, ressaltando que esse percentual pode variar de uma região para outra, de acordo com a frequência de interrupções no fornecimento de água.

Burmann informou que o projeto já obteve parecer favorável na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia e, atualmente, tramita em comissão de mérito. O parlamentar referiu que, segundo estudos, este ar é pago como água e pode significar um aumento considerável na contagem dos metros cúbico e, consequentemente, maior valor na conta, vindo em prejuízo do consumidor, o que buscamos corrigir com essa proposição.

Assessoria de Gabinete

Porto Alegre
Leia aqui as noticias de Porto Alegre

Justiça reafirma que prefeitura de Porto Alegre pague empresas de educação infantil

arrow_forward

Seminário Interativo traz especialistas para falar sobre Bullying, Justiça Restaurativa e Suicídio

arrow_forward

Câmara celebra os 58 anos da Associação dos Delegados de Polícia

arrow_forward

Mobilização em Defesa do DMAE marca a Semana da Água em Porto Alegre

arrow_forward

Vereadores analisam situação das mães presidiárias

arrow_forward
Diretório Metropolitano e Câmara de Vereadores